Google
Custom Search

28 de abr de 2009

Inexplicável

Senhor, como explicar-te se tudo
Nem mesmo as palavras te explicam
Se digo que és grande logo descubro
Que grande é pequeno diante de ti.

Se digo que te amo, percebo sem jeito
É mais que amor o que trago no peito
Se tento com números dimensionar-te melhor
A matemática falha e não te faz maior.

Repito mil vezes que és maravilhoso e Santo
Busco palavras novas, digo todas e digo tanto!
Mas na tua doce presença eu me curvo e calo
Sinto que és mais do que penso e falo.

Ah! ... Se eu pudesse gritar no infinito
Algo novo, que ainda não tenham dito
Mas o que tenho são palavras desgastadas
Que dizem tudo e não te explicam em nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixe comentarios obrigado.

Postagens populares